Estirão do crescimento: crescer pode ser doloroso!

 

          Segundo o Dr. Eduardo Pereira, chefe de uma das equipes de cirurgia do Hospital Albert Einstein (SP); na vida, temos dois períodos de rápido crescimento: durante o primeiro ano de vida, quando quase dobramos de tamanho, e outro chamado “segundo estirão do crescimento”, que ocorre nas meninas, entre 11 e 13 anos e, nos meninos, entre 12 e 14 anos.

         

          Normalmente, as crianças crescem cerca de 4 cm por ano, mas, nesse período da adolescência, por ação hormonal, podem crescer cerca de 9 cm no ano.Muitas vezes, há um crescimento acelerado dos ossos da coxa, o fêmur, e da perna, a tíbia, que ficam mais compridos. Os músculos, porém, demoram um pouco mais para crescer e, como consequência, tornam-se encurtados e acabam funcionando como um cobertor curto, sentado ao esticar as pernas , as costas permanecem curvadas; se tenta endireitar as costas os joelhos sobem (veja a imagem).

         

          Isso pode acarretar problemas posturais e dores, assim como estalos que são comuns entre os adolescentes. Sob a tração constante da musculatura encurtada, formam-se pontos de inflamação e dor, que costumam ser mais frequente após atividades de impacto ou mudança de direção, tais como corrida, saltos, futebol, tênis, skate e balé. Uma outra consequência deste rápido aumento da altura é a alteração do centro de equilíbrio e da estabilidade articular, fato que pode temporariamente prejudicar a coordenação e o desempenho esportivo.

 

Mas, algumas medidas podem ser realizadas para amenizar as dores: 

 

          O médico traumatologista Moisés Cohen, diretor do Instituto Cohen de Ortopedia, Reabilitação e Medicina do Esporte, diz que, se o adolescente estiver com sobrepeso, é recomendado uma dieta (assim as articulações deixam de ser tão forçadas) e afirma que é necessário o acompanhamento de um fisioterapeuta para que ele estimule o alongamento muscular. "Mas este alongamento tem de ser constante e aos poucos, para não haver lesões ou mais dores. 

         Qualquer trabalho de hipertrofia, como exemplo pode ser citado a musculação, também deve ser suspenso nesta fase ou aumentam as dores e o desequilíbrio". Um músculo forte, porém encurtado, poderá causar mais dor na sua inserção.

          Na presença de dor, deve-se reduzir a intensidade das atividades físicas, evitando, principalmente, saltos e corrida. 

 

RPG para os adolescentes

 

          A RPG é um método bastante recomendado pelos médicos, como indicação em diversas patologias, por sua grande eficácia. E neste caso específico, no acompanhamento dos adolescentes, ela se encaixa perfeitamente na descrição do Dr. Cohen, acima. A reeducação postural global, atua com o alongamento progressivo, cada vez mais global. O alongamento é constante, pois é sempre mantido durante todo o atendimento, sendo intensificado lentamente, de acordo com as características de cada paciente. A RPG proporciona ao adolescente um crescimento saudável, com melhora da postura e redução das dores. 

 

Fontes: http://www.minhavida.com.br/saude; http://ossosdooficio.com.br/

                

 

 

 

Instalações
RPG Fortaleza RPG Souchard Fortaleza
RPG Fortaleza
RPG Fortaleza
Nosso endereço

CIF - CENTRO INTEGRADO DE FISIOTERAPIA

Rua João Carvalho, 300, Sl 06- Aldeota - Fortaleza - CE
cifceara@gmail.com

 (85) 3045-4535

     

 

Encontre-nos
  • facebook
  • 1668fefe9eca1566d239f5101c2af490.png_srz_p_23_23_7.png